Seguro Desemprego

Um dos melhores benefícios do trabalhador já criados no nosso país, um dos serviços de assistência financeira para o trabalhador desempregados que mais ajuda nos momentos de dificuldade e falta de emprego.

Este recurso que tanto ajuda tantas pessoas, possuí detalhes que devem ser conhecidos por todos para que não haja dúvida na hora de contar com este apoio mensal.

Nosso site foi criado para ajudar a você trabalhador em tarefas ligadas ao seguro desemprego como consulta de extrato, parcelas disponíveis, como dar entrada, quem tem direito, saldo e muito mais.

Lembramos que nosso site não tem ligação alguma com o ministério de trabalho e o governo, a nossa intenção é guiar os trabalhadores através de uma linguagem simples que ajude a todos na hora de resgatar o seu seguro-desemprego.

O que é o Seguro Desemprego

Este  é um dos, senão o mais importante benefício criado para o trabalhador brasileiro contratado através do regime CLT. Algumas pessoas o confundem com o Fundo de Garantia, mas ao contrário deste, ele é não é descontado do trabalhador brasileiro diretamente como é feito com o FGTS.

Por este motivo as regras para ter acesso as suas parcelas são muito mais rigorosas, você verá mais abaixo quais são estas regras e como você poder ter direito a isso.

Quem tem direito de Receber o Seguro Desemprego

Para receber você deve se enquadrar em algumas regras fundamentais criadas pelo ministério do trabalho para que não haja nenhum tipo de fraude durante os pagamentos das parcela para que outros não sejam prejudicados.

Dentre os assegurados estão os que se enquadram basicamente nas regras abaixo:

  • Trabalhador que foi liberto de trabalho no regime de escravidão ou algo que se assemelhe a isso;
  • Pessoas que vivem da pesca durante o período conhecido como Defeso;
  • Trabalhador registrado via CLT que tem o seu contrato de trabalho suspenso pelo empregador para participar de treinamentos e programas de qualificação profissional;
  • Trabalhador formal ou empregadas domésticas que foram demitidos sem a apresentação de justa causa.

Como receber o Seguro Desemprego

Para receber você deve seguir alguns passos simples, aqui no nosso site você tem um guia completo sobre como fazer isso, mas de forma resumida faça o seguinte:

  1. Descubra se você tem direito ou se enquadra nas condições necessárias para ter acesso a essa assistência financeira;
  2. Faça sua solicitação do Benefício em algum posto como Agências credenciadas da Caixa, SRTE – Superintendência Regional do Trabalho e Emprego, SINE (Sistema Nacional de emprego) e outros postos de atendimento que sejam Credenciados pelo MTE (Ministério do Trabalho e Emprego)
  3. Faça a Retirada para a sua conta poupança da caixa econômica que pode ser aberta em qualquer agência, e após isso o valor será creditado na sua conta. Existe também a opção de retirar em um lotérica credenciada no Caixa Aqui, nos caixas de autoatendimento da caixa econômica usando o seu cartão do cidadão que pode ser emitido em qualquer agência do poupatempo da sua cidade. Veja a lista de Agências da Caixa ou site oficial

Seguro Desemprego

Lista de Documentos Exigidos:

Confira detalhadamente a lista de documentos que você vai precisar no momento de solicitar o seu Seguro Desemprego, principalmente se você pretende fazer isso através de uma agência do poupatempo ou do ministério do trabalho:

Qual o Valor das Parcelas do Seguro Desemprego

Existe um cálculo oficial criado para que o valor recebido seja tratado de forma justa para todos aqueles que venham a ter direito de receber, basicamente é considerado e composto pela médias dos três últimos salários recebidos antes da demissão.

O pagamento do Seguro Desemprego só pode ser feito a pessoa que tem direito, não sendo possível fazer o resgate através de terceiros no caso do segurado vivo.

Existem também outras situações específicas que outras pessoas podem receber no lugar do segurado oficial e algumas delas só tem valor se forem determinadas por um juiz do trabalho.

Para todos os fins, foi criado um documento oficial com as condições necessárias para receber.

No vídeo acima um especialista fala sobre algumas dúvidas muito comuns ligadas a este assunto, assista e descubra que não é nenhum bicho de sete cabeças. Gostaríamos de lembrar que não temos nenhum vínculo com o ministério do trabalho e no site oficial você pode obter maiores informações.

2 thoughts on “Seguro Desemprego

  1. Douglas Vinicius

    Sair de uma empresa tranferito para uma outra so que teve quebra de contrato e entrei com as folhas 10 dias depois que deu baixa na minha carteira de trabalho peguei minha primeira parcela normal e a segunda travo e fui para entrar no recursos me falaram que estou tevendo uma parcela que eu tenho que tevouver pos falou que estvo recebendo fichado me explica como que recebi fichado sendo que entrei no 10 dias depois de da baixa na carteira estou sem emprego sem parcela e tevendo o governo isso n tem cabimento

    Reply
  2. Neusa Braga

    O seguro desemprego é como as férias: período aquisitivo. Se você ficou desempregado só 10 dias, não teria direito ao seguro… a cada mês desempregado você recebe a parcela correspondente a qual fizer jus. Se você obedeceu a todos os requisitos do Seguro e tem direito a cinco parcelas, só vai receber todas se ficar desempregado 5 meses. Imagina que você deu entrada no seguro no fim dos 120 dias. Já estará desempregado por quatro meses, se conseguisse emprego no dia seguinte ao dia que deu entrada no seguro iria receber só 4 parcelas. Por isso que estão dizendo que você está devendo a parcela recebida, porque está parecendo que você deu entrada sabendo que iria se empregar novamente. O correto seria ter dado entrada somente após o término do contrato da última empresa. Só que você informa que foi transferido e transferência não é desemprego, este detalhe que te prejudicou. Se não foi isso, você precisa dar um pulo no MTE da sua região e pedir para o defensor te ajudar a entrar com um recurso pelo menos para não ficar devendo esta parcela, uma vez que de fato você agora está desempregado. Boa sorte.

    Reply

Deixe uma resposta